quinta-feira, 29 de março de 2012

Começa amanhã a edição 2012 do GEAMA

Amanhã, sexta feira, o Grupo de Estudos Avançados do Meio Ambiente, GEAMA, realiza o primeiro encontro da edição 2012 “Rio + 20: Desafios na Construção de Sociedades Sustentáveis”. Essa edição, que marca os dez anos do grupo, será realizada em parceria com outras instituições de ensino superior da cidade.

O Tema de abertura será “Rio + 20: Desafios e propostas”, e o ministrante da palestra é o professor da UFPR e coordenador de recursos hídricos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Eduardo Felga Gobbi.

Ainda há vagas para a edição 2012, porém elas são limitadas. Para se inscrever é necessário entrar em contato com o Grupo através do 3371 5545 ou pelo email geama_uel@yahoo.com.br

O custo da inscrição é de R$ 30,00 e inclui a participação nos 8 encontros do grupo, além do certificado emitido pela UEL. O encontro de abertura tem início às 14 h e será realizado no anfiteatro do CCH, da UEL.

segunda-feira, 26 de março de 2012

UEL teve dois vencedores no Prêmio Nossa Gente de Londrina

Agência UEL

Um pesquisador e um projeto da UEL estão entre os seis vencedores do Prêmio Nossa Gente de Londrina, promoção do Jornal de Londrina que visa “reconhecer o trabalho de pessoas e entidades que contribuem para a construção de uma cidade melhor para todos os londrinenses”.

O pesquisador é o professor José Lopes, vencedor da categoria Pesquisa & Tecnologia. Lopes se aposentou no ano passado do Departamento de Biologia Animal e Vegetal da UEL. Ele se destacou por seu trabalho de mais de duas décadas de pesquisas na área de bioinseticidas, e sua indicação para o prêmio se deveu ao desenvolvimento do projeto “Plano de Vigilância e Controle do Aedes aegypti”, que se baseia numa armadilha de sequestro de ovos do mosquito disseminador do vírus da dengue.

O projeto premiado é o da Bebê Clínica, na categoria Saúde. A Bebê Clínica é uma ideia pioneira lançada em 1984 como fruto da pesquisa do professor Luiz Figueiredo Walter. Dedica-se à prevenção de problemas bucais, basicamente educando e contando com a colaboração das mães dos bebês. O projeto é referência mundial e atende mais de 1.000 pacientes por ano.

A cerimônia de revelação e premiação dos vencedores foi realizada na noite de quinta-feira (22), no Buffet Planalto. Eles receberam troféus. Os demais indicados receberam certificados. Havia cinco indicados em cada categoria, e os vencedores foram escolhidos por eleição popular através do site do Jornal de Londrina.

Em sua fala ao receber o prêmio, o professor José Lopes destacou sua alegria em perceber que, com seu trabalho, contribuiu para a comunidade externa verificar a importância e a utilidade do trabalho que se realiza no interior da academia.

A vice-diretora da Bebê Clínica, Marília Punhagui, disse que vê o prêmio como uma prova de credibilidade do trabalho daquele órgão, “e um incentivo para melhorarmos ainda mais o atendimento ao público e a qualidade das nossas pesquisas”.

Outros indicados da UEL ao Prêmio Nossa Gente foram: professora Lucinea Rezende, do Departamento de Educação, na categoria Educação; professor Ricardo Faria, do Departamento de Agronomia, na categoria Meio Ambiente; Banco de Leite do Hospital Universitário, na Saúde; professor Walter Germanovix, do Departamento de Engenharia Elétrica, e professor André Laforga, do Laboratório de Citogenética Vegetal, em Ciência e Tecnologia.


quarta-feira, 21 de março de 2012

UEL abre conta para depósito para reconstrução do Ouro Verde


A UEL, depois de consulta ao ministério público, abriu uma conta no banco Itaú para arrecadar doações que serão destinadas à reconstrução do Ouro Verde. Um incêndio consumiu o cineteatro no dia 12 de fevereiro desse ano.

A Pró-Reitora de Extensão, Cristianne Cordeiro, em entrevista ao Paraná TV, esclareceu que a conta é, entre outras coisas, uma forma de envolver a população na reconstrução do Cineteatro. Acompanhe a entrevista aqui



Para contribuir com a reconstrução do Ouro Verde, o depósito deve ser feito no banco Itaú, agência 4113, conta 14888-8.

terça-feira, 20 de março de 2012

Caminho Profissional forma 14 novos auxiliares



Agência UEL

Quatorze adolescentes receberam certificados de conclusão do curso de Formação de Auxiliares de Serviços Hospitalares neste sábado dia 17, no Anfiteatro de Pós-Graduação do Centro de Ciências Agrárias (CCA), da UEL. Eles integraram a 19ª turma do projeto de extensão “Caminho Profissional – Formação de Auxiliares de Serviços Hospitalares”, do Departamento de Clínicas Veterinárias, do CCA, criado há 20 anos pelo professor Paulo Eduardo Costa Miranda.

Depois de um ano de curso, num total de 1.000 horas/aula, os formandos, de 15 e 16 anos, regularmente matriculados em escolas públicas, podem então ser aproveitados no mercado de trabalho de pet shops, clínicas veterinárias, laboratórios e secretarias, informa o professor Marcelo Marcondes Seneda, coordenador do projeto extensionista.

Seneda disse que o projeto foi concebido para promover a profissionalização de adolescentes, em situação de risco, selecionados pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Londrina. “O projeto beneficia jovens da comunidade londrinense ao mesmo tempo em que dá oportunidade aos universitários da UEL de auxiliar na formação e orientação desses adolescentes. Por sua vez, os estudantes da Universidade de Londrina se posicionam através do Projeto frente a frente com os problemas sociais do País”, disse o professor.

Nesta proposta o Departamento de Clínicas Veterinárias da UEL vem apostando há duas décadas oferecendo à sociedade a inserção desta nova mão-de-obra no mercado de trabalho e detectanto novos espaços onde os formados pelo Projeto possam ser integrados.


Segunda etapa de trote solidário dá início à revitalização da Casa Acolhedora

por Isabela Cunha

No último sábado, dia 17, os calouros do curso de Geografia da UEL realizaram, em parceria com a pró-reitoria de extensão, a segunda etapa do trote solidário no jardim Parque Universidade. Os alunos pintaram as paredes da “Casa Acolhedores Mãe e Senhora de Todos os Povos”. Os colaboradores da casa também se envolveram na revitalização, que terminou por volta do meio dia.



O trabalho é uma continuidade das atividades já realizadas no dia 1° de março pelos ingressantes do curso de Agronomia da UEL, que fizeram um mutirão de limpeza no bairro, além de distribuírem material informativo e preventivo sobre a Dengue. Foram coletados, na atividade, cerca de 500 quilos de lixo.

A casa ainda receberá, sobre a pintura feita, desenhos elaborados pelo curso de Artes Visuais da UEL. A atividade deve ocorrer no próximo sábado e também com apoio da PROEX.



terça-feira, 13 de março de 2012

Seminário Literatura de Cordel no Ceará

A Universidade Regional do Cariri (URCA), promove o "Seminário: Literatura de Cordel - uma outra expressão da leitura", a ser realizado de 20 a 22 de março, na Pró-Reitoria de Extensão da URCA.

As inscrições são gratuitas e vão até 19 de março.
Mais informações pelo telefone (88) 3102 1200.

Mudanças Climáticas e Segurança Hídrica é o tema da próxima oficina online promovida pelo COEP

Mudanças Climáticas e Segurança Hídrica é o tema da próxima oficina online que a Rede Mobilizadores promove de 19 a 23 de março.

O objetivo é esclarecer que aspectos envolvem a segurança hídrica, como as mudanças climáticas podem afetar os recursos hídricos, como anda a conservação dos mananciais no Brasil, e como estimular não só o uso adequado deste recurso tão importante, mas, também, seu reuso. Será abordada ainda a importância dos Comitês de Bacias Hidrográficas e seu papel no controle social do acesso e da qualidade da água no país.

A oficina terá como facilitador Ângelo José Rodrigues Lima, técnico especializado em Conservação de Água Doce, do Programa Água para a Vida, da ONG WWF-Brasil.

Para participar da oficina, basta acessar o link http://bit.ly/zmJTky e solicitar sua inscrição, deixando seu nome completo no espaço "Comentários".

As inscrições podem ser feitas de 13 a 19 de março. Serão disponibilizadas 200 vagas.

IMPORTANTE

Local da oficina: Grupo Meio Ambiente, Mudanças Climáticas e Pobreza

Hora: a seu critério; pedimos, apenas, que seja lido o material disponibilizado e acessado o fórum para deixar seus comentários ou fazer suas perguntas.

Certificado: todos os inscritos receberão um certificado de participação emitido pela Rede Mobilizadores.

Esta oficina está sendo realizada com apoio da Fiocruz e da Fundação Banco do Brasil

Mais informações pelo telefone (21) 2528-3352, ou no site www.mobilizadores.org.br.

Fonte: Equipe Mobilizadores COEP

Rio +20 será o tema da edição 2012 do Geama

A Edição 2012 do GEAMA (Grupo de Estudos Avançados sobre o Meio Ambiente) terá como tema 10 ANOS "Rio +20: Desafios na construção de sociedades sustentáveis", em vista da Conferência Internacional Rio +20, que acontecerá entre os dias 04 e 06 de junho de 2012 no Rio de Janeiro.

A Edição 2012 contará com a parceria de outras Instituições de Ensino Superior de Londrina - UNIFIL, UNOPAR, ARTHUR THOMAS, PUC, PITÁGORAS E UTFPR - para a realização dos encontros, promoção de debates e palestras. As inscrições deverão ser feitas através de formulário disponível no blog do projeto. http://geamauel.blogspot.com/


O projeto é coordenado pelo professor Dr.Paulo Bassani do Departamento de Ciência Sociais da Universidade Estadual de Londrina. Maiores informações pelo e-mail: geama_uel@yahoo.com.br ou pelo telefone: 3371-5545

Fonte: Geama

quinta-feira, 1 de março de 2012

Alunos da UEL fazem mutirão de limpeza no Jardim Parque Universidade I

por Lais Taine



Nesta quinta-feira (1°/03) cerca de 50 alunos ingressantes do curso de Agronomia participou de um trote solidário que buscou coletar lixo nas ruas e em terrenos baldios do Jardim Parque Universidade I, zona leste de Londrina.

O Trote foi uma iniciativa dos Centros Acadêmicos de Geografia e Agronomia com a união de alunos de outros cursos e a Proex. “Para o trabalho de hoje, a intenção é recolher material reciclado e objetos que possam conter focos da dengue e conscientizar os moradores, como forma de prevenção”, disse a Professora Colaboradora Solange de Paula Ramos, do CCB.

Apesar do sol forte da manhã de hoje, os alunos estavam animados. A aluna do terceiro ano de Agronomia, Camila Valestri dos Santos, concordou com o calor, mas comentou: “É por uma boa causa, essa iniciativa beneficia o bairro e os alunos, assim nós ficamos mais próximos da comunidade externa, aplicando o conhecimento”. O calouro Daniel Lavorente de Oliveira afirmou: “É um trote melhor que os outros com que estamos acostumados a ver e traz bons resultados, eu gosto mais assim!”,riu.

Duas alunas que participaram do Projeto Rondon; Débora Ingrid de Souza, OperaçãoPeixe-boi e Carolina Nunes França, Operação Carajás; também estavam participando do trote solidário. “A experiência que eu tive no Rondon me permite entender o trabalho de uma forma melhor, aqui eu posso dar continuidade e essa atividade também serve de capacitação para os alunos que tem interesse em participar do Projeto”, disse a rondonista Carolina.

Os moradores da região ficaram curiosos com a movimentação. Rosa da Silva Pereira, 47, não é do bairro, mas vai toda semana trabalhar em um bazar de roupas. “Eu acho muito bom esse serviço de conversar com as pessoas, ajudando a manter limpo, acho que assim o pessoal vai tomando conta, se conscientizando...” Já o morador Paulo Roberto daSilva, 62, aproveitou para reclamar mudanças de comportamento da comunidade, em frente a sua casa há um terreno abandonado com o mato alto. “Eu cuido da minha casa, eu limpo, eu corto a grama, mas se o meu vizinho não faz isso, a gente corre o risco do mesmo jeito. As pessoas precisam ter mais cuidado, ficar mais preocupadas com a saúde delas e dos que estão em volta”, disse indignado com a negligência de alguns vizinhos.

O trote teve parceria da CMTU, que irá recolher todo o lixo coletado pelos alunos, e a Vigilância Sanitária, que entregou sacos de lixo reciclável e de lixo comum, além de acompanhar o trabalho dos alunos na parte de educação. “Nós viemos com algumas pessoas da equipe de Educação e Saúde para dar o respaldo aos alunos, essa parceria é muito interessante pra gente, porque qualquer trabalho de educação e interrupção do ciclo do mosquito, como a retirada de lixo em terrenos vazios, já é uma ajuda muito grande para nós e para a sociedade”, disse a coordenadora da equipe de Educação e Saúde do setor de endemias da Vigilância Sanitária, Mirian Piquina.

Parao Professor Paulo Vicente Contador Zaqueu, do CCA, o mutirão da limpeza faz com que os alunos ingressantes interajam com a realidade dos bairros em torno da UEL e ao mesmo tempo evita que o mosquito da dengue se prolifere. “O trabalho é interessante para a comunidade, pois eles recebem o conhecimento da universidade e os alunos aplicam esse conhecimento a partir da realidade do bairro, evitando uma epidemia de dengue num bairro de região crítica”.

O trabalho ainda não acabou, na semana seguinte, os calouros do curso de Geografia pretendem refazer a pintura da Casa Acolhedora Mãe e Senhora de Todos os Povos, que fica no bairro. Amanda Nayara dos Santos Cardoso, auxiliar da área de Comunicação da Casa, falou dos benefícios para a população da região e para os alunos da UEL. “O bairro é muito carente, essa iniciativa é uma forma de melhorar o ambiente que as crianças usam e diminui a distância social entre o bairro e os alunos da Universidade, que estão aqui, do ladinho da gente”.