terça-feira, 29 de novembro de 2016

Projeto disponibiliza quadrinhos para combate da dengue

Fonte: Agência UEL



 Cada revista está voltada para uma faixa etária distinta

O projeto de extensão "História em Quadrinhos como ferramenta ao Design da Informação", desenvolvido por estudantes do curso de Design, do Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA) em parceria com a Autarquia Municipal de Saúde de Londrina, está disponibilizando o conteúdo para leitores e interessados, com foco na prevenção da dengue, doença que se agrava durante o verão. O conteúdo pode ser acessado no endereço http://joaozequi.blogspot.com.br/2016/11/historias-em-quadrinhos-para-vigilancia.html?spref=fb.

O projeto teve início este ano com a produção de três revistas de oito páginas, desenvolvidas pelos estudantes dentro da disciplina de Histórias em Quadrinhos, ministrada pela professora Paula Napo, do Departamento de Design (CECA), que coordena o projeto. "Queremos que muitas pessoas possam ter contato com o material para melhorar a consciência de que a doença (dengue) pode ser evitada", afirma a coordenadora do projeto.


Projeto teve início este ano com a produção de três revistas de oito páginas

O projeto contou com a participação do professor e pesquisador João Zequi, especialista em entomologia, lotado no Departamento de Biologia Animal e Vegetal do Centro de Ciências Biológicas (CCB) da UEL, responsável pela revisão técnica. As revistas trazem dicas importantes como o check list 10 minutos contra o Aedes aegypti, ou seja, recomendações práticas para verificação de potenciais locais que podem servir como criadouros do mosquito, como vasos de plantas e as bandejas da geladeira e do ar condicionado, baseado no projeto da Instituição FioCruz - Oswaldo Cruz/RJ - que pode ser aplicado em toda Londrina.

A professora Paula Napo observa ainda que o potencial de assimilação das informações veiculadas pelas HQs é enorme, porque as revistas unem imagem e texto e, assim, transmitem informações sobre a dengue com eficiência. As histórias abordam, entre outros pontos, as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, sujeira, lixo, água parada e morte. Os personagens são crianças, adultos, os próprios mosquitos e até a Morte, personificada. O tratamento estético entrou no contexto do tema. Cada revista está voltada para uma faixa etária distinta, sendo 6-12, 13-17 e 18-25 anos.


As histórias mostram as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, sujeira, lixo, água parada e morte

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

10ª Prova Pedestre da UEL reuniu 800 atletas

Fonte: Agência UEL


 Largadas foram realizadas no Centro de Educação Física (CEFE)

A UEL promoveu ontem, domingo (27), a 10ª edição da Prova Pedestre. As largadas foram realizadas no Centro de Educação Física (CEFE). A edição deste ano contou com percursos de 4, 8 e 12 quilômetros, e caminhada. A prova, que faz parte das comemorações dos 45 anos da Universidade, reuniu quase 800 atletas.
Prova recebeu atletas de Londrina e região
A Prova Pedestre é considerada um evento importante dentro do calendário esportivo londrinense. Após os percursos os atletas tiveram direito à disposição hidratação com água, isotônico, frutas e até sorvetes, oferecidos pelos patrocinadores.
Organização - A prova é organizada pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), com apoio de parceiros.
Aquecimento antes da prova

Confira os resultados dos três percursos (4, 8 e 12 quilômetros):

4 km (masculino)
1ºJOEL SYCHOCKI
2º PEDRO LUDGERO CIANCA
3º JOAO VITOR PRIMO

4 km (feminino)
1º PAMELA DE CARVALHO DIAS
2º KARINA TATCHEVA
3º FABIANA DE CAMPOS FONSECA

8 km (masculino)
1º WELLITON LUIZ BAPTISTA
2º VAGUINHO SANTOS
3º REGINALDO JOSE DA SILVA

8 km (feminino)
1º ELIANE GORTTI VENTURINI LINDO
2º ANA APARECIDA DA COSTA
3º MARIA ALDENICE HILÁRIO MARTINS

12 km (masculino)
1º CLAUDIO DA SILVA
2º BRUNO ANTONIO DA SILVA
3º LUIZ GOMES DOS SANTOS

12 km (feminino)
1º ANA PEREIRA DOS SANTOS
2º MALGRANE MATURANA
3º EISANGELA FERREIRA 

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Justiça e Cidadania são temas de curso no CLCH

Estão abertas as inscrições para o curso “Justiça e Cidadania: Duas abordagens em teoria política contemporânea” oferecido pelo Departamento de Ciências Sociais da UEL. Sob a coordenação da professora Raquel Kritsch, o curso tem o objetivo de discutir e analisar os modos de fazer teoria política a partir dos temas propostos. O público-alvo são estudantes de graduação e pós-graduação em Ciências Sociais, História, Direito e Filosofia. A atividade é vinculada ao Grupo de Estudos em Teoria Política da UEL.

Será realizado nos dias 7, 8 e 9; e também nos dias 14, 15 e 16 de dezembro horário das 14h às 18h. Os interessados podem se inscrever pelo endereço www.uel.br/eventos/insc/?id=3051 até o dia 2 de dezembro pelo investimento de R$10,00. Mais informações pelo telefone 3371-4456 ou pelo email kritsch@pq.cnpq.br .


Projeto oferece serviços de saúde à comunidade

Fonte: Agência UEL
(Com informações da Pró-reitoria de Extensão. FOTOS: Divulgação)


Ações são direcionadas para melhoria na qualidade de vida

A Residência Multiprofissional em Saúde da Família (RMSF) é um programa de pós-graduação do Departamento de Saúde Coletiva, do Centro de Ciências da Saúde (CCS). O programa tem o objetivo de formar profissionais das áreas de Nutrição, Odontologia, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Farmácia e Assistência Social. Eles atuam na área de saúde da família, mediante práticas interdisciplinares que oferece cuidado integral à saúde, visando a melhoria da qualidade de vida da população.

Institucionalizado em 2011, a partir de 2013 a Residência Multiprofissional começou a promover o projeto Saúde na Comunidade, uma atividade realizada uma vez ao ano nas ruas do bairro atendido pela Unidade Básica de Saúde (UBS) em que a residência atua. O evento, além de oferecer serviços como aferição de pressão e glicemia, atividades educativas sobre nutrição, saúde bucal, saúde da mulher e do homem, também promove atividades culturais e recreação para crianças. A intenção é divulgar os serviços oferecidos pela residência e pela UBS para a população.

O professor do Departamento de Saúde Coletiva, Carlos Takeo Okamura, um dos organizadores da iniciativa, destaca que a ação tem o objetivo de melhorar o vínculo da comunidade com a unidade básica de saúde. "O evento tem uma natureza educativa. A população precisa começar a compreender que a UBS tem muito mais uma ação de prevenção e promoção da saúde do que propriamente de tratamento de doenças. Esse é o grande desafio que a gente enfrenta".

Depois das unidades do Parque das Indústrias e do Parque Ouro Branco, ambas na região Sul de Londrina, em março deste ano a residência iniciou as atividades no Jardim União da Vitória, também na região sul. Okamura explica que a escolha do bairro para a atuação da residência foi uma demanda da Secretaria Municipal de Saúde. "Nós enquanto academia também entendemos que o papel de universidade é contribuir para o desenvolvimento da sociedade. O bairro União da Vitória é conhecido por sua vulnerabilidade social e estamos lá justamente por isso".

Serviços - No último dia 7, o projeto realizou a primeira edição do Saúde na Comunidade no Jardim União da Vitória. Durante o evento, a RMSF, em parceria com a UBS do Jardim União da Vitória, orientou a população sobre alimentação saudável, tabagismo, métodos contraceptivos, além de realizar avaliação antropométrica - que mede o peso, altura e gordura corporal, aferição de pressão arterial e glicemia.

A residente Amanda Coelho, Enfermeira formada pela UEL, comenta que o evento é uma oportunidade para o profissional da saúde se aproximar da população. "É importante trazer essas orientações para a comunidade porque muitas pessoas só procuram a UBS quando já estão doentes", declara.

Eliane Delaflora, coordenadora da UBS, observa que alguns pacientes nem sabem que já estão doentes. "Teve uma senhora aqui hoje que não sabia que era diabética. Então o evento é uma forma bastante legal de se aproximar da comunidade e orientar sobre hábitos saudáveis". Ela também lembra que a população precisa aprender a cuidar da saúde de forma preventiva. "Trabalhando com a prevenção conseguimos observar uma redução no pronto atendimento, além de ajudar a evitar doenças como hipertensão e diabetes", completa.

Durante o dia a população pode conhecer os grupos de serviços oferecidos pela residência na UBS. Ao todo são oito grupos de multiprofissionais trabalhando regularmente com a população sobre nutrição, fisioterapia, atividades físicas e temas gerais de saúde com as crianças do bairro. A moradora Olívia Sílva, que não conhecia os serviços, decidiu participar da ação. "Eu gostei do grupo de nutrição, me disseram que é para eu procurar a UBS", declarou.

A realização do evento teve a parceria da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanismo de Londrina (CMTU). A CMTU promoveu atividade educativa com as crianças, e da Secretaria Municipal da Saúde que, por meio do ser setor de endemias, orientou a população sobre os cuidados com a dengue, chikungunya, zica vírus e bicho barbeiro. Durante o evento, voluntários ofereceram cortes de cabelo gratuitos, recolhimento de lixo eletrônico e recreação para as crianças. A população do bairro também pode expor e vender produtos de limpeza, pães e bolos produzidos artesanalmente por moradores.

Instituto Federal do Paraná é parceiro da UEL no projeto

O Instituto Federal do Paraná (IFPR) foi um dos parceiros da ação. Durante o evento, os profissionais de odontologia da RMSF junto com bolsistas do projeto "Estudo e apoio no processo de atenção e promoção ao câncer de boca", do IFPR, orientaram as crianças sobre a correta escovação. Eles ainda ensinaram o auto-exame de câncer bucal. "A saúde bucal faz parte da saúde geral das pessoas, então nós viemos abordar a comunidade do União da Vitória para que ela entenda sua importância", explica a professora do IFPR, Berenice Tatibana.

Apresentações - O Saúde na Comunidade também promoveu, com a ajuda de voluntários, apresentações culturais. Participaram o trio musical Cluster Sister e a companhia de dança Entrepassos. O coordenador da companhia, Ricardo Freschi Ferreira, lembra da importância da dança para o bem-estar: "A cultura está relacionada a todos os fatores da vida da pessoa. Muitos procuram a dança para promoção da saúde. É uma abertura para que a população procure não só a dança, mais também outras formas de expressão artística que vão influenciar na saúde de cada um".

O projeto sócio-educativo União para Vitória promoveu também uma apresentação de samba com as crianças que participam do projeto. Para Thaiza Carvalho, coordenadora do Instituto, o evento aproxima as crianças dos hábitos de vida saudáveis. "Brincando eles acabam aprendendo um monte de coisas", completa.

Residentes realizam avaliação antropométrica nas crianças

Voluntários ofereceram cortes de cabelo gratuitos durante o dia

Ação conscientiza as crianças sobre importância de conhecer o corpo humano

Apresentação do trio musical Cluster Sister durante o evento 

Apresentação das crianças do projeto sócio-educativo União para Vitória

"brincando eles aprendem um monte de coisas", comenta Thaiza Carvalho, coordenadora do projeto União para Vitória

A Secretária Municipal de Saúde mandou agentes para orientar sobre os cuidados com os mosquito barbeiro e aedes aegypti


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Departamento de Agronomia oferece curso de manejo sustentável de Feijão

Estão abertas as inscrições para o curso “Técnicas para o manejo sustentável da cultura do feijão no Paraná”, oferecido pelo Departamento de Agronomia da UEL, sob a coordenação do professor Ayres de Oliveira Menezes Júnior. O curso tem a finalidade de oferecer treinamento em técnicas para melhorar o desenvolvimento da lavoura, manter a capacidade produtiva do solo e reduzir os custos com o controle de problemas fitossanitários, resultando em um produto de melhor qualidade e com menos impacto sobre o homem e o meio ambiente.

O curso é direcionado para profissionais de agronomia envolvidos com assistência técnica para a cultura do feijão e será realizado no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) de 28 de novembro a 10 de fevereiro de 2017. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de novembro pelo endereço www.uel.br/eventos/insc/?id=3053. O investimento é de R$ 10,00. Mais informações pelo telefone 3371-4771 ou pelo email ayres913@gmail.com.

Desafios do ensino de Geografia

Fonte: Agência UEL



O Departamento de Geociências, do Centro de Ciências Exatas (CCE), promove de 8 a 10 de dezembro três eventos para debater a temática "Desafios do ensino de Geografia no Brasil: formação docente, pesquisa e relevância social". As atividades serão desenvolvidas no Anfiteatro Cyro Grossi (CCB).

Serão realizados o III Encontro de Práticas de Ensino de Geografia da Região Sul (EnpegSul), o II Encontro Paranaense do PIBID Geografia e o XIV Encontro do Ensino de Geografia, Mostra de Estágios e de Pesquisas da UEL. Os eventos englobam a atual reflexão sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A proposta é debater experiências entre alunos da graduação, pós-graduação e de profissionais de diferentes instituições e níveis de ensino.

Palestra - A palestra de abertura será ministrada no próximo dia 8, às 19 horas, pelo professor Antônio Carlos Castrogiovanni, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Os eventos terão também minicursos, workshops, mesa de discussão e exposição de paineis. A programação completa está disponível no site www.uel.br/eventos/ensinogeo/.

Os dois eventos regionais são realizados de forma integrada pelos cursos de Geografia da UEL, Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). O Encontro da UEL é realizado em conjunto com o Programa de Pós-graduação em Geografia e a Especialização em Ensino de Geografia.

Realização - Também são responsáveis pela realização dos eventos a Pró-reitoria de Extensão (PROEX), a Fundação Araucária, com apoio do Departamento de Geociências (CCE), Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), PETGeografia UEL, Caixa, Plano de Desenvolvimento da Educação, Capes, Agb Londrina, Centro Acadêmico de Geografia.

Mais informações no endereço www.uel.br/eventos/ensinogeo/, ou pelo e-mail encontrogeo@uel.br.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Galeria de Fotos Por Extenso 2016

O 5° Simpósio de Extensão da UEL, o Por Extenso, foi um sucesso! Ao todo foram 312 inscrições e dois dias repletos de atividades.






Confira a galeria de fotos completa no link: https://goo.gl/photos/uiCtvh6sLYqbFQNo9

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

PROEX e PROGRAD convidam coordenadores de curso para mesa redonda que discute a curricularização e a creditação da Extensão


Nesta sexta-feira (18) será realizada na UEL a mesa redonda “Curricularização/creditação da Extensão e os desafios do Plano Nacional de Educação – PNE”. O evento faz parte da programação do 5° Simpósio de Extensão da UEL – “Por Extenso”, em parceria com a PROGRAD. O objetivo é discutir a adequação da extensão ao PNE 2014-2024, que pretende assegurar, no mínimo, 10% (dez por cento) do total de créditos curriculares exigidos para a graduação em programas e projetos de extensão universitária, orientando sua ação, prioritariamente, para áreas de grande pertinência social.

Os expositores desta temática serão a Profa. Dra. Regina Lucia Monteiro Henriques, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, o Pró-Reitor de Extensão da UEL, Gilberto Hildebrando, e a Pró-Reitora de Graduação, Profa. Dra. Sueli Édi Rufini.

A mesa será realizada às 9h, no Auditório do PDE. É recomendada a presença de todos os coordenadores de curso e dos respectivos NDEs. Mais informações no site http://www.uel.br/eventos/porextenso/ ou pelo telefone 3371- 4432.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Simpósio da UEL discute a Extensão Universitária


Será realizada nos dias 17 e 18 de novembro a 5ª edição do Simpósio de Extensão da UEL, o Por Extenso. A cerimônia de abertura do evento será no dia 17 de novembro, às 9h, no Auditório do PDE. Haverá uma apresentação cultural do Grupo de Taiko do Projeto Social União para Vitória, seguida de mesa redonda.

O Por Extenso é uma oportunidade de integração entre a comunidade acadêmica e a sociedade, e, sobretudo, de intercâmbio de experiências e pr
áticas metodológicas. O tema central deste ano é “Extensão Universitária: Metodologias e diálogos com a comunidade”.

Os dois dias de evento serão repletos de atividades e apresentações de trabalhos que visam disseminar os resultados das ações extensionistas da UEL e de outras IES. Confira a programação completa no link: http://www.uel.br/eventos/porextenso.

As inscrições para ouvintes podem ser feitas até o dia 10 de novembro pelo endereço http://www.uel.br/eventos/insc/?id=2920. Mais informações pelo telefone 3371-4432.