sexta-feira, 31 de março de 2017

Cursinho divulga lista de classificados para 2017

Fonte: Agência UEL

O Curso Especial Pré-Vestibular (CEPV) da UEL divulgou nesta quinta-feira (30) a lista dos estudantes selecionados para o ano letivo 2017. Estão sendo oferecidas 450 vagas (225 para o período matutino e 225 para o noturno), que serão ocupadas de acordo com a pontuação alcançada pelos candidatos na prova realizada no último dia 26 de março. A classificação pode ser consultada no site www.cepvuel.wixsite.com/cursinho. Este ano o cursinho registrou a inscrição de 1426 candidatos, um número recorde.

As matrículas podem ser feitas no próprio cursinho (localizado no Campus), entre os dias 31 de março e 04 de abril, das 14 às 22 horas. É necessário levar duas fotos 3x4 e uma cópia do documento de identidade (RG), do CPF, do comprovante de residência e do histórico escolar. Caso haja desistência de algum aprovado, serão feitas novas chamadas. Outras informações pelo telefone (43) 3371-4719.



quinta-feira, 30 de março de 2017

PROEX promove doação de sangue


Nesta quinta-feira (30/03), funcionários da PROEX (Pró-reitoria de Extensão), da COPS (Coordenadoria de Processos Seletivos) e do CEPV (Cursinho Especial Pré-Vestibular) da UEL (Universidade Estadual de Londrina) foram até o Hemocentro Regional de Londrina para doar sangue. O mutirão foi organizado por Vera Costa, da Divisão de Integração Comunitária da PROEX. Já é a terceira vez que a Pró-reitoria promove uma ação como essa junto ao Hemocentro. “Sou doadora há mais de 30 anos”, diz Vera.

Doar sangue é um ato que ajuda a salvar vidas. Transfusões fazem a diferença para centenas de pacientes todos os dias. Qualquer contribuição é importante para manter o estoque dos hospitais. O Hemocentro de Londrina distribui sangue para 22 hospitais da região.


A PROEX é parceira do Hemocentro Regional de Londrina e sempre auxilia em campanhas para a doação de sangue. O Hemocentro está aberto para doações durante o ano todo. Doe você também!
Alguns dos requisitos para se doar sangue são: idade entre 16 e 69 anos, pesar mais de 49 kg, não estar grávida ou amamentando, não ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 12 meses, não ter ficado doente nas últimas duas semanas.

SERVIÇO

O Hemocentro Regional de Londrina fica ao lado do Hospital Universitário (HU), na Rua Claudio Donizete Cavalliere, 156 - Jardim Aruba, Londrina – PR. O horário de atendimento é de segunda à sexta das 13h às 18h30 e aos sábados das 8h às 17h30. Mais informações pelos fones (43) 3371-2218 e 3371-2356 ou pelo email: hemocentrohu@uel.br .







quarta-feira, 22 de março de 2017

Curso aborda vídeo aula no ambiente virtual

Fonte: Agência UEL



Estão abertas as inscrições para o curso Vídeo Aula no Ambiente Virtual de Aprendizagem, ofertado pelo Laboratório de Tecnologia Educacional (LABTED). O curso é direcionado para professores de qualquer nível de ensino, tutores em EAD, alunos de pós-graduação, e de cursos de licenciatura. Inscrições no endereço uel.br/eventos.

Os valores da inscrição é de R$ 30,00 (comunidade externa), e R$ 21,00 (comunidade interna). Ao todo são ofertadas 30 vagas. Com carga horária de 12 horas, o curso será realizado entre os dias 24 e 26 de abril, das 8 ao meio dia, na Sala de Projeção do LABTED, localizada no 2º andar do prédio do Centro de Letras e Ciências Humanas (CLCH). As atividades serão ministradas pelo professor Paulo Sérgio Negri.

O curso tem como objetivo capacitar os participantes para perceber a intencionalidade pedagógica como estratégia de ensino no ambiente virtual de aprendizagem. A ênfase é na elaboração e apresentação em vídeo aula.
Mais informações no endereço www.uel.br/labted

terça-feira, 21 de março de 2017

Departamento de Economia promove cursos de Perícia e Auditoria Ambiental

Estão abertas as inscrições para os cursos de capacitação profissional em "Perícia Judicial Ambiental" e "Auditoria Ambiental", ambos promovidos pelo Departamento de Economia - CESA/UEL.

O primeiro curso visa atender aos interessados em atuar como perito ambiental dentro de sua área de expertise, de acordo com a habilitação de seu conselho regional, por exemplo, CREA, CORECON, CRBio entre outros.

As aulas buscam capacitar profissionais de todas as áreas de formação para a perícia ambiental nos processos judiciais e extrajudiciais. Durante as aulas será oferecida fundamentação teórica e prática para atuação no mercado de trabalho como peritos ambientais, assistentes técnicos ou consultores ambientais de acordo com as atribuições inerentes a expertise destes profissionais. As atividades serão realizadas entre os dias 24 de março a 8 de abril de 2017.

Já o curso de Auditoria Ambiental é voltado aos profissionais de nível superior das áreas de Engenharia, Tecnologia do Meio Ambiente, Tecnologias, Geografia, Ecologia, Ciências Biológicas, Química, Administração, Turismo e áreas afins. Durante o curso os participantes terão contato com instrumentos ambientais diversos, adquirindo competência e habilidades para o planejamento de políticas ambientais, capacitando os mesmo para o trabalho com órgãos fiscalizadores e o gerenciamento de empresas especializadas, entre outros objetivos.

As atividades também possibilitarão o acompanhamento e a solução dos problemas ambientais, por meio do desenvolvimento do pensamento transdisciplinar, inserindo-o como lema e postura na análise das questões ambientais. As aulas serão organizadas entre 8 e 23 de abril de 2017.

Os cursos serão ministrados por membros do Ministério Público, Ibama, IAP e Polícia Ambiental Força Verde. As aulas serão realizadas as sextas-feiras, das 19h às 22h30 horas, e aos sábados, das 8 às 17 horas, na sala 405 do Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESA).

As inscrições deverão ser realizadas pelo e-mail zapparoli@uel.br. O investimento é de R$ 500,00 (incluso certificado) e a carga horária total é de 45 horas, para cada curso. Podem se inscrever estudantes e profissionais que atuam ou queriam ingressar na área ambiental.


Informações pelo telefone (43) 3327-4848 ou no e-mail zapparoli@uel.br.


Feirinha da Cidadania: extensão cultural e cidadã na Universidade

“Já faz uns cinco anos que participamos da Feirinha. A gente sempre vem em duas pessoas. Outras mulheres também plantam e vêm, então revezamos”. Sueli de Santos mora no assentamento Iraci Salete, em Alvorada do Sul. Ela participa do projeto de extensão “Assistência Técnica em Produção e Sanidade Animal em Assentamentos Rurais”, da UEL (Universidade Estadual de Londrina), que trabalha no Iraci Salete. A cada quinze dias, expositores vêm de Alvorada do Sul até Londrina para participar da Feirinha da Cidadania.

Moradores do assentamento Iraci Salete comercializam
frutas, verduras e legumes orgânicos na Feirinha da Cidadania

A Feirinha da Cidadania é coordenada pela PROEX (Pró-reitoria de Extensão), com apoio da INTES (Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Solidários) e do Programa de Economia Solidária da Prefeitura de Londrina. Ela é organizada desde 2012 e acontece quinzenalmente no pátio do RU (Restaurante Universitário) e ao lado do estacionamento da Reitoria da UEL. A inspiração veio da antiga FESTA (Feira de Economia Solidária e Trabalhos Artísticos), realizada entre 2002 e 2006.

A Feirinha conta com expositores do assentamento Iraci Salete; de grupos do Programa de Economia Solidária; da INTES; da Fazenda Escola; da EDUEL (editora da Universidade); e outros vinculados a projetos de extensão da UEL. A campanha “Gente do Bem”, responsável por arrecadar roupas e comida, também está sempre na Feirinha.

Na última sexta-feira, dia 17, a Feirinha foi ao lado da Reitoria, com expositores do assentamento Iraci Salete e do Programa de Economia Solidária. Sueli expõe frutas, verduras e legumes orgânicos, plantados no quintal de casa, assim como geleias, condimentos, velas, pamonhas, ervas medicinais. “Eu não uso veneno em nada”, diz ela. A UEL disponibiliza transporte aos assentados para virem e voltarem de Alvorada do Sul.



 “O pessoal da UEL nos levou para fazer curso de cultivo de milho, aprendemos a fazer velas, sabonetes, vamos aprender a fazer linguiça”, diz Sueli. “Sempre vão em casa”, fala ela sobre os alunos e professores de projetos de extensão. “Eu faço comida e almoçamos juntos”. Grande parte do alimento consumido pela família de Sueli é cultivada no próprio quintal e propicia um aumento na renda deles, assim como a comercialização de outros produtos fabricados em casa. Ela agora tenta adotar uma criança. “Na semana passada, uma assistente social foi em casa. Queremos adotar uma criança de até três anos, é mais fácil para se acostumar com o nosso estilo de vida”, explica Sueli.

PROJETO PREMIADO
Em 2015, o projeto de extensão “Assistência Técnica em Produção e Sanidade Avícola em Assentamento Rural visando a Produção Sustentável” venceu o Prêmio Santander. Ele foi desenvolvido no CCA (Centro de Ciências Agrárias) e beneficiou 64 famílias do assentamento Iraci Salete.

Segundo a professora Ana Maria Bridi, uma das coordenadoras do projeto, a proposta surgiu da necessidade de certificar os ovos produzidos no assentamento e comercializados na Feirinha. Em um segundo momento, identificaram a necessidade de aprimorar e profissionalizar a produção de carne de frango no Iraci Salete.

Os vencedores receberam R$ 100 mil e bolsas de estudo. O dinheiro está sendo investido na construção de um abatedouro de aves no assentamento. A intenção é garantir a inclusão do Iraci Salete no Programa Nacional de Alimentação Escolar. O Programa prevê que 30% da merenda escolar seja adquirida de pequenos produtores rurais. Esta comercialização pode garantir um incremento de 30% na renda das famílias atendidas pelo projeto. Segundo Sueli, o abatedouro ainda não foi feito por causa de trâmites do Governo. O INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) ainda precisa autorizar a construção. “Meu marido está mais interado do assunto. Nessa semana, ele vai para São Paulo com professores da UEL, resolver algumas coisas com o Santander (relacionadas ao prêmio de R$ 100 mil)”, diz ela.

CIDADANIA SOLIDÁRIA
O Programa de Economia Solidária é uma iniciativa da Prefeitura de Londrina e existe desde 2005. O objetivo é apoiar iniciativas coletivas de geração de trabalho e renda local. O público atendido pela Assistência Social é prioridade. A Economia Solidária é dividida em quatro áreas: artesanato, prestação de serviços, alimentação e confecção. Os grupos participantes recebem auxílio técnico para o aprimoramento dos produtos ofertados.

Maria Zelatto é participante do Programa Municipal Economia Solidária.
Ela vende pijamas na Feirinha da Cidadania desde 2012


Maria Zelatto participa do Economia Solidária e comercializa produtos na Feirinha da Cidadania desde 2012. Expositores do Programa também levam artesanatos, crochês, pães, doces. Maria faz pijamas. “Nós temos alguns pontos de venda. Na Rio de Janeiro com a JK, no Cinco Conjuntos”, diz, citando outros lugares onde seus produtos são comercializados.

O Programa de Economia Solidária é um dos apoiadores da PROEX na realização da Feirinha da Cidadania.

A próxima edição da Feirinha da Cidadania será no dia 7 de abril, uma sexta-feira, ao lado do estacionamento da Reitoria, das 9h30 às 13h30. Produtos de fabricação manual e alimentos orgânicos serão expostos. Mais informações sobre a feira pelo telefone (43) 3371-4592.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Governo anuncia investimento de R$ 100 mi em pesquisa e extensão

Fonte: Agência UEL 

O governador Beto Richa juntamente com o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes e o presidente da Fundação Araucária, Paulo Brofman divulgam nesta terça-feira (21) novas chamadas públicas e editais que contemplam pesquisas e projetos com financiamento de cerca de 100 milhões. A solenidade de assinatura dos editais será realizada no Palácio Iguaçu, a partir das 11 horas.

Serão assinadas autorizações para o lançamento de 28 chamadas públicas da Fundação Araucária vinculadas às linhas de ação: fomento a pesquisa; verticalização do ensino superior e formação de pesquisadores; e disseminação de conhecimentos.

O Governo investirá R$ 48.493.653,46, com recursos do Fundo Paraná, que somados ao valor de R$ 50.255.299,30, de parceiros como o Governo Federal e setor privado, atingem R$ 98.748.952,76 milhões. Os recursos serão destinados à execução de novos projetos que beneficiam professores, técnicos, alunos da graduação, pós-graduação e recém-formados de universidades públicas estaduais e federais, universidades comunitárias, universidades privadas sem fins lucrativos e institutos de pesquisas.

Outros R$ 6.763.784,00 serão investidos pela Seti, nos 82 projetos de extensão vinculados ao Universidade Sem Fronteiras, que beneficiarão bolsistas e toda a população atendida nas atividades de extensão desenvolvidas nas áreas de saúde, agricultura familiar e agroecologia, direitos sociais e cultura, pelas universidades.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da SETI) 



sexta-feira, 17 de março de 2017

CNPq publica chamada de apoio a eventos científicos

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e a Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP tornam pública a chamada de auxílio à Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos e/ou de Inovação – ARC.

Essa chamada tem por objetivo apoiar eventos nacionais ou mundiais que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico, bem como para a inovação do país. Os projetos deverão ser inseridos nas linhas de pesquisa que constam detalhadas no edital.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 17.000.000,00 (dezessete milhões de reais), oriundos do orçamento do CNPq e do FNDCT/Fundos Setoriais a ser(em) liberado(s) de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq. As propostas deverão ser submetidas nas datas descritas e estabelecidas no cronograma proposto.

As inscrições estarão disponíveis até dia 24 de abril de 2017. Para mais informações acesse http://www.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_WAR_resultadoscnpqportlet_INSTANCE_0ZaM&filtro=abertas



quinta-feira, 16 de março de 2017

Campus recebe nesta sexta-feira (17) a Feirinha da Cidadania

Fonte: Agência UEL


O Campus Universitário recebe nesta sexta-feira (17) a Feirinha da Cidadania, que será realizada nas proximidades do estacionamento da Reitoria, das 9h30 às 13h30. Além de salgados e pães, serão comercializados frutas, legumes e verduras (orgânicos) produzidos por integrantes do Assentamento Iraci Salete, localizado na cidade de Alvorada do Sul.

A comunidade universitária também terá à disposição doces caseiros, artesanatos, crochês, e objetos de decoração para todos os gostos. A Feirinha da Cidadania é organizada periodicamente pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), com o apoio da Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Solidários (INTES), e do Centro Público de Economia Solidária de Londrina.

Mais informações pelo telefone (43) 3371-4592.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Matrículas abertas para curso de português para estrangeiros

O Departamento de Línguas Estrangeiras e Modernas da UEL oferece um curso de português para falantes de outras línguas. Coordenado pela professora Adriana Grade Fiori Souza o curso objetiva desenvolver habilidades como compreensão e expressão oral e escrita além de aplicar aos participantes conhecimentos sobre aspectos socioculturais do Brasil, bem como seu sistema linguístico.

Este é um curso disponível para estrangeiros que estudam na UEL ou também para aqueles que apenas residem em Londrina ou proximidades, se inicia dia 13 de março e tem seu término dia 28 de junho. As matrículas estarão abertas até dia 31 de março pelo www.uel.br/eventos/insc/?id=3237 e possuem valor de R$ 300,00 para estrangeiros que participam de cursos de graduação ou pós-graduação na UEL e R$390,00 para a comunidade externa.


Para mais informações entra em contato com os organizadores pelo fone 3371 4296 pelo email labling@uel.br ou acesse o site www.uel.br/cch/lablinguas/

terça-feira, 7 de março de 2017

Edital da Capes apoia propostas de eventos científicos

Fonte: Agência UEL 

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou o Edital nº 03/2017, referente à chamada pública no âmbito do Programa de Apoio a Eventos no País (PAEP), com objetivo de selecionar propostas para apoio financeiro à realização de eventos científicos, tecnológicos e culturais de curta duração no país, com envolvimento de pesquisadores, docentes e discentes dos programas de pós-graduação. Esta chamada atenderá os eventos previstos para o período de 1º de agosto de 2017 a 31 de janeiro de 2018.

O valor total do recurso a ser distribuído para os eventos aprovados para essa chamada pública será de R$ 20 milhões, respeitada a disponibilidade orçamentária e financeira da CAPES. As propostas terão o valor de financiamento definido de acordo com os critérios avaliados na análise de mérito, ordem de classificação, abrangência e porte.

Por meio do repasse, a CAPES pretende apoiar a divulgação da produção científica, tecnológica e cultural, incentivando a inovação e a geração de conhecimentos, de parcerias e de produtos; promover a melhoria da qualidade da produção científica e tecnológica nacional; apoiar eventos que fortalecem a cooperação destinadas à pós-graduação e parceiros internacionais; e incentivar a participação de professores e alunos de pós-graduação.

Inscrições - As propostas devem observar as condições estabelecidas no edital, que determina os requisitos relativos aos proponentes, às condições do evento, suas alterações, aos critérios e parâmetros de análise técnica e análise de mérito, ao processo de homologação e concessão dos recursos financeiros, à utilização dos recursos repassados e prazo de vigência e ao procedimento de prestação de contas.

As inscrições deverão ser feitas de 2 a 31 de março, exclusivamente por meio de sistema eletrônico, em formulário específico disponível na página da CAPES. O resultado final está previsto para ser divulgado em julho deste ano.
O edital completo está disponível no endereço capes.gov.br.


(Com informações da CAPES) 

CESA recebe 2º Congresso Direito Vivo

Fonte:  Agência UEL 

Está aberto o prazo de inscrições de trabalhos para o II Congresso Direito Vivo, que será realizado no período de 3 a 5 de maio, no Anfiteatro do Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESA) e Salas do Centro. Professores, estudantes e demais interessados poderão encaminhar trabalhos no formato acadêmico, ou relatos de experiência, música, poesia, vídeo oe fotografia até o dia 24 de março, para o e-mail direitovivo.cientifica@gmail.com.


O edital com as normas e orientações para o envio de propostas estão disponíveis no endereço http://migre.me/w0o9j. A programação do II Congresso Direito Vivo prevê a realização de conferências, rodas de conversa, oficinas de formação e grupos de trabalhos. Serão dois eixos de discussão: o primeiro abordará a relação existente entre a Barbárie e o Direito, com o objetivo de discutir se o direito legitima ou não o processo de barbárie na sociedade; e o segundo será voltado ao debate entre Reforma ou Revolução.

O evento é promovido pelo projeto integrado de pesquisa, ensino e extensão Lutas: Formação e Assessoria em Direitos Humanos, e conta com o apoio da Pró-reitoria de Extensão (PROEX), Fundação Araucária; Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), e Governo do Estado do Paraná.


Mais informações no endereço http://lutas-londrina.blogspot.com.br/

sexta-feira, 3 de março de 2017

Educação Física Escolar

Fonte: Agência UEL 


Estão abertas as inscrições para o 8º Congresso Norte Paranaense de Educação Física Escolar e o 3º Congresso Nacional de Formação de Professores de Educação Física. Com o tema "Pensar e agir a docência em Educação Física: construção da identidade profissional", os eventos serão realizados de 23 a 26 de maio, no Campus Universitário. 

Inscrições no endereço uel.br/eventos/conpef. O valor da inscrição é de R$ 110,00 até 30 de março. O objetivo é estabelecer um processo de discussão, análise e abstração coletiva sobre o pensar e agir a docência em educação física no processo de construção da identidade profissional. 

Mais informações pelo e-mail conpef@uel.br ou no site www.uel.br/eventos/conpef.